Black Friday: como participar de forma consciente

Entenda as consequências para a sociedade e para o meio ambiente, e quatro dicas para participar desta data com responsabilidade

No próximo dia 27, a última sexta-feira do mês de novembro, o comércio varejista brasileiro recebe a famosa Black Friday com suas tradicionais promoções e oportunidades de compras para todos os tipos de consumidor.


Não podemos negar que o fenômeno Black Friday é absolutamente sedutor para ambos os lados: do consumidor - que se beneficia com as promoções substanciais em produtos de todas as vertentes; e das empresas - que conseguem movimentar seus estoques com enormes aumentos de faturamento.


No entanto, esta data representa também, como uma consequência natural de seu acontecimento, o aumento substancial dos diversos aspectos envolvidos na compra de uma mercadoria - tudo aquilo que envolve sua produção, logística, descarte, entre outros.


É muito importante esclarecer que há um grande aumento da extração e do desperdício de resíduos sólidos e químicos para produção industrial e logística na Black Friday. Há também uma alta taxa de descarte incorreto de embalagens e de outros artefatos que poderiam ser recicláveis, mas que acabam sendo direcionados à águas marítimas, fluviais ou aos lixões.


Afinal, é possível que a Black Friday seja saudável para as pessoas e para o planeta?


O Consumo Consciente na Black Friday

Como o cerne da ideia de um consumo consciente aponta, antes de tudo é preciso saber, de forma geral, o quê e de quem você está consumindo, e quais impactos a sua compra produzirá no mundo.


Existe o que podemos chamar de “impactos diretos” de uma compra, que são aqueles causados por nós mesmos enquanto consumidores - como a produção e o descarte incorreto do lixo, ou o consumo irresponsável de matérias primas prejudiciais ao meio ambiente.


E existe também o que podemos chamar de “impactos indiretos” de uma compra, que são aqueles que não dependem diretamente de suas ações como indivíduo, mas das ações daquelas empresas que você indiretamente investiu seu dinheiro. O que aquelas empresas fazem com esse dinheiro que ganham!?


Com relação a estes (os impactos indiretos), primordialmente é fundamental que o seu consumo não esteja atrelado a empresas que infrinjam direitos - trabalhistas, ambientais ou comerciais - ou que apresentem impactos negativos para o meio ambiente. Para além disto, existem diversos outros fatores que podem fazer com que você aprove, ou desaprove uma determinada empresa. Ela tem boas condutas com seus funcionários? Ela participa de ações sociais? Ela investe no uso de material reciclável em sua produção? Ela se preocupa com o descarte de seus resíduos? Entre várias outras.


Com relação aos impactos diretos, a responsabilidade fica completamente na nossa mão. Certamente é possível aproveitar a Black Friday de uma forma mais green e mais consciente - para nós mesmos, para o próximo, e para o planeta.


Abaixo, selecionamos quatro dicas para que você seja parte de uma Black Friday mais responsável!


1) Planeje suas compras: tenha claro o que se deseja para evitar as famosas compras por impulso.


2) Aproveite para desapegar: quer oportunidade melhor para abrir um espaço no armário!? Selecione tudo o que você não usa e doe para quem precisa e vai usar.


3) Priorize empresas que façam ações sociais: esta é uma forma fácil de garantir que a sua compra também ajude àqueles que precisam!


4) Descarte corretamente: as embalagens e sacolas de suas compras representam uma parte enorme da produção de lixo. É muito importante para a preservação do meio ambiente que o descarte das embalagens recicláveis seja feita da forma correta.

37 visualizações0 comentário