Cidades Sustentáveis: desenvolvimento em prol do Meio Ambiente

Para evitar o esgotamento do meio-ambiente e garantir a permanência dos recursos naturais para as gerações futuras. Conheça mais sobre as Cidades Sustentáveis!



Durante a segunda metade do Século XX, diversos estudos científicos comprovaram as consequências dos impactos ambientais causados pelo avanço das civilizações. A partir dessas pesquisas, diversas nações começaram a se preocupar com a preservação do meio-ambiente e com soluções para que a sociedade pudesse se desenvolver sem causar grandes prejuízos ambientais.


Em junho de 1992 foi realizada, no Rio de Janeiro, a Rio-92 - uma conferência organizada pelas Nações Unidas para tratar sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (Cnumad). Neste momento, a comunidade política internacional admitiu claramente que era preciso conciliar o desenvolvimento socioeconômico com a utilização consciente dos recursos da natureza.


Com o passar dos anos, e o comprometimento de diversos países com as pautas da Rio-92, foi desenvolvido por cientistas de diversas áreas (economia, arquitetura, agronomia, engenharia civil, biologia, e outras) o conceito de Cidades Sustentáveis.


As Cidades Sustentáveis:



O objetivo de uma Cidade Sustentável é evitar o esgotamento do meio-ambiente e assim garantir a permanência dos recursos naturais para as gerações futuras. Uma vez que a maior parte da população mundial vive em centros urbanos, as cidades se tornaram o epicentro de problemas como a poluição e o desperdício de recursos naturais.


Para ser sustentável, a administração da cidade deve considerar três pilares: responsabilidade ambiental, economia sustentável e vitalidade cultural.


A seguir, confirma algumas das principais características de uma Cidade Sustentável:


  • Destinar corretamente e reaproveitar os resíduos sólidos - o incentivo à práticas de reciclagem e reaproveitamento de materiais é um mecanismo fundamental para uma Cidade Sustentável.

  • Oferecer água de qualidade a população, e investigar novas práticas que tem como finalidade o reaproveitamento da água da melhor maneira.

  • Criar e utilizar fontes de energias renováveis.

  • Oferecer transporte alternativo de qualidade para população, sendo que esses transportes seguem protocolos para reduzir a emissão de gases à atmosfera.

  • Garantir opções de cultura e lazer, sempre incentivando a preservação ambiental e a ocupação de espaços públicos.


Ainda que nenhuma cidade possa ser considerada totalmente sustentável, existem algumas metrópoles que têm se esforçado para tornar seu desenvolvimento cada vez mais consciente, ecológico e sustentável.


A cidade de Vancouver, no Canadá, pode ser considerada, talvez, o maior exemplo.


No próximo post do Blog, traremos mais detalhes sobre as políticas públicas adotadas pela cidade de Vancouver na década de 90, para se tornar a cidade mais sustentável do mundo hoje.

64 visualizações0 comentário