O sistema imunológico, os óleos essenciais e o coronavírus

Não há motivos para pânico. Entenda mais sobre a epidemia e descubra o poder dos óleos essenciais neste contexto!

O coronavírus (CoV) é uma grande família viral que causa infecções respiratórias em seres humanos e animais. Conhecida desde a década de 1960, recentemente o vírus voltou a se espalhar de forma alarmante por todo o mundo.


Foi em dezembro de 2019 que confirmou-se o primeiro caso de COVID-19 no mundo - surgia o novo coronavírus. O primeiro caso apareceu na cidade de Wuhan, na China, e em pouco tempo já havia se espalhado pelo país e para outros lugares do mundo, diagnosticado em muitas pessoas - principalmente na China, Coréia do Sul e Itália.


Desde o mês de janeiro, o COVID-19 tem sido tratado como uma grande ameaça para o mundo. Com grandes reflexos na economia mundial, e uma alta taxa de transmissão, os governos têm se esforçado para disponibilizar tratamento adequado para os pacientes afetados, medidas para a prevenção, e busca de curas e vacinas para o vírus.


A Aromaterapia e o Coronavírus

A aromaterapia é a terapia em que o uso de óleos essenciais é o principal instrumento para promover a melhora do bem-estar físico e psicológico de uma pessoa, contribuindo significativamente para diversos aspectos de sua vida - desde os aspectos mentais (atenção, redução de stress e manutenção da vigília), até aspectos físicos (tonificação, cicatrização, ação antibactericida, antifúngico e antivirais).


A maior parte dos casos de COVID-19 deve-se à baixa imunidade dos pacientes. Isto é, o COVID-19 é mais perigoso para quem está com o sistema imunológico debilitado. Uma vez que seu corpo está fortalecido, as chances de ser infectado pelo COVID-19 tornam-se muito menores.


Quando se faz o uso adequado de óleos essenciais anti-virais, o nosso sistema imunológico se torna mais fortalecido e sadio. Alguns exemplos de óleos essenciais anti-virais são: Cipreste, Tea-Tree (Melaleuca), Capim-Limão, Limão Siciliano e Eucalipto. Ao fazer uso desses óleos via difusão atmosférica, ingestão, inalação ou massagem, você estará fortalecendo o sistema imunológico, acabando com qualquer vírus presente em seu organismo.


Todavia, não há nenhum estudo que comprove uma alta eficácia de um óleo essencial específico para o tratamento do COVID-19.


*Lembre-se sempre de prezar pelo uso adequado dos óleos essenciais. É muito importante ter a orientação de um aromaterapeuta durante o processo. Ele saberá indicar a dosagem certa de cada substância, e sobre eventuais restrições ou efeitos colaterais que podem resultar a partir do uso.


Mas até onde eu devo me preocupar?


Vale lembrar que não há motivos para pânico. Como você já deve saber, a taxa de mortalidade do COVID-19 é baixa - menor que a de uma gripe comum. E os principais afetados são idosos e crianças, especialmente com algum tipo de deficiência respiratória.

No entanto, é necessário manter-se atento aos cuidados básicos para evitar a contaminação.


A principal forma de transmissão do COVID-19 são as vias respiratórias: gotículas da saliva, espirro, catarro, tosse e da fala de indivíduos afetados - que espalham o vírus através do ar. Também existem outras formas, como por exemplo via contato físico (beijos, abraços e apertos de mão) e a partir do contato com superfícies não higienizadas - como botões, maçanetas, celulares, corrimão e apoios de transportes públicos.


Caso alguém tenha uma viagem marcada para o exterior, certifique-se com a embaixada do país de destino ou em portais oficiais do respectivo governo as notícias emitidas em relação a situação do coronavírus.


O uso de máscara no rosto só é recomendado em locais onde a situação é de surto intenso. Não há motivo para desmarcar nenhuma viagem ou entrar em pânico, mas há de se precaver!


Principais ações para prevenção:

- Lavar bem as mãos

- Evitar o compartilhamento de objetos de uso pessoal como talheres, copos e toalhas

- Evitar tocar os olhos, boca e nariz sem higienizar as mãos

- Cozinhar bem ovos e carnes, e higienizar da melhor forma frutas, legumes e verduras

- Manter a limpeza dos ambientes com produtos desinfetantes como álcool 70% e água sanitária

- Ao espirrar e tossir, cubra o rosto com um braço ou lenço descartável, assim você cuida de si e de quem está por perto

- Mantenha distância de pessoas que apresentam os sintomas relatados a seguir.


Principais sintomas do COVID-19:

- Tosse seca ou com secreção

- Febre: Acima de 37°C

- Dificuldade respiratória aguda

- Insuficiência renal

- Dores no corpo e inflamação na garganta

44 visualizações0 comentário